“Centro de Hemodiálise de Jardim vai sair do papel”, disse Felipe Orro

Publicado em: 02/03/2021 - 10:10

O deputado estadual Felipe Orro esteve em reunião com a prefeita de Jardim, Clediane Areco, acompanhado dos representantes da empresa Finotti & Ono Consultoria e Treinamento, Danilo Bertoloto e Renato Finotti, responsáveis pela consultoria técnica que viabilizará a instalação da Clínica de Hemodiálise no município. “A implantação da Clínica de Diálise em Jardim encurtará as distâncias percorridas pelos pacientes renais crônicos, que chegam a viajar até de 1,2 mil quilômetros por semana em busca de tratamento. Isso vai amenizar o sofrimento destas pessoas que não vão mais percorrer longas distâncias”, argumenta Felipe.

O encontro foi na tarde desta segunda-feira (1), na Prefeitura, para tratar da implantação do serviço de terapia renal substitutiva-hemodiálise, com capacidade de atendimento para pacientes de sete municípios que integram a região Sudoeste: Bela Vista, Bonito, Caracol, Guia Lopes da Laguna, Jardim, Nioaque e Porto Murtinho.

Ao todo, serão investidos R$ 3 milhões em recursos federais por meio do Cidema (Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento das Bacias dos Rios Miranda e Apa) para construção da clínica, compra das máquinas de hemodiálise e demais equipamentos necessários para o projeto. “Parabenizo a prefeita Clediane que já começa sua gestão com este grande desafio e com certeza, irá entrar para história de Jardim”, comemora o deputado.

Clediane Areco solicitou ao parlamentar a intermediação de uma audiência com o secretário Estadual de Saúde, Geraldo Resende, para apresentar novamente o projeto, desta vez com os investimentos necessários garantidos, que possibilitarão a compra de 25 máquinas de hemodiálise para atender 80 pacientes, divididos em dois turnos.

“Agradeço ao deputado Felipe Orro por esse sonho que está se tornando realidade, quero deixar registrado que o Felipe foi o primeiro deputado a conversar comigo sobre o Centro de Terapia Renal para o nosso município, muito antes de eu ser candidata a prefeita, e mesmo assim ele já tinha esta preocupação, vontade de ajudar Jardim, e agora, nós vamos conseguir implantar esse Centro de Hemodiálise que vai trazer um pouco mais de conforto aos nossos pacientes”, disse a prefeita.

Até o ano de 2019 eram 62 pacientes com doença renal crônica, residentes das cidades que integram a microrregião de Jardim. Agora, a Secretaria de Saúde de Jardim levanta os números atualizados dos pacientes junto aos secretários dos demais municípios.

“Mais um conquista importante para Saúde da nossa querida Jardim, que muito em breve disponibilizará o acesso ao tratamento de hemodiálise para sua população”, comemora Felipe.

A microrregião conta com 105 mil habitantes e não há nenhuma Clínica de Diálise (pública ou particular) para atender os renais crônicos, os obrigando a irem três vezes na semana a Campo Grande, Aquidauana ou Ponta Porã, a procura do serviço de saúde.

Com a regionalização em Jardim, esses pacientes terão a oportunidade de fazer a hemodiálise perto de suas casas”, finaliza o deputado.

Comentários do Facebook