Asfalto no acesso ao distrito de Taunay será licitado até maio

Publicado em: 29/12/2016 - 10:10

A pavimentação dos 11 quilômetros que ligam a BR-262 até o distrito de Taunay, em Aquidauana, deve ser licitada até maio. O governo do Estado já tem o projeto e o orçamento da obra, avaliada em R$ 14 milhões. O anúncio foi feito em audiência pública realizada na terça-feira, dia 27, no Posto Indígena da Aldeia Bananal, e representa a realização de um antigo sonho dos moradores do distrito e das sete comunidades indígenas da região.

Estavam presentes a equipe da Agesul (Agência Estadual de Empreendimentos), chefiada pelo geólogo Pedro Celso de Oliveira Fernandes; o deputado Felipe Orro (PSDB), o representante do governo para a região do Pantanal, Zelito Ribeiro, prefeito de Aquidauana José Henrique Trindade, prefeito eleito Odilon Ribeiro, ex-prefeito Fauze Sulleiman, vereadores eleitos Saliba, Mauro do Atlântico, Valter Neves, Cláudio Alviço, enfermeiro Aguinaldo, caciques e lideranças das aldeias Imbirussu, Ipegue, Água Branca, Morrinho, Lagoinha, Bananal e Colônia Nova.

A pavimentação daquele trecho é uma antiga luta do deputado Felipe Orro, que já apresentou diversas indicações solicitando a obra. No ano passado, em conversa com o governador Reinaldo Azambuja, Felipe reforçou o pedido e ouviu do chefe do Executivo a garantia que a obra seria incluída no orçamento de 2017. “Nossa intenção é que seja dada a ordem de serviço o mais breve possível, mas há o processo legal, a audiência pública e depois a licitação que precedem o início da obra. No entanto já está tudo encaminhado e logo as dificuldades de locomoção naquele pequeno trecho serão coisas do passado”, disse.

A pavimentação vai se estender desde a BR-262, passa pelo distrito de Taunay (uma das mais antigas povoações do Estado) e finda no acesso às aldeias. As lideranças presentes na reunião aproveitaram e pediram ao prefeito eleito Odilon Ribeiro o patrolamento e cascalhamento das vias internas das aldeias. As chuvas frequentes dos últimos dias causaram muito estrago nas estradas daquela região, como em todo Estado. O prefeito eleito ficou de avaliar a situação e dar uma resposta tão logo assuma o cargo.

Comentários do Facebook