Ponte de concreto viabiliza novo acesso a Aquidauana, diz Felipe Orro

Publicado em: 05/07/2011 - 13:13

A construção de uma ponte de concreto sobre o Rio Aquidauana, no distrito de Piraputanga, viabiliza a conclusão do asfalto na MS-450 que resulta em um novo acesso à cidade, comentou o deputado Felipe Orro (PDT), ao assinar como testemunha, na manhã desta terça-feira (05), a ordem de serviço para início das obras. A ponte antiga, de madeira, rodou na enchente de março deste ano, deixando Aquidauana ilhada, já que as duas pontes ligando a cidade a Anastácio haviam sido interditadas.

“Há anos defendo a construção de um novo acesso a Aquidauana. Em toda cheia a cidade fica sem acesso, é um transtorno enorme. Neste ano o Exército ajudou construindo uma passadeira para o trânsito de pedestres, mas por alguns dias carro não entrava em Aquidauana. A ponte de Piraputanga, de madeira, foi arrastada pelo rio. Agora, com essa ponte de concreto, vamos lutar pela conclusão do asfalto e com isso inaugurar o tão sonhado novo acesso à cidade”, disse Felipe Orro.

O deputado participou ao lado do governador André Puccinelli (PMDB), parlamentares estaduais e federais e dezenas de prefeitos, da assinatura da ordem de serviço para construção de 37 pontes de concreto beneficiando 24 municípios. O investimento chega a R$ 30 milhões, liberado pelo Ministério da Integração Nacional. A previsão do governador é de que até o fim do ano todas as pontes estejam concluídas.

Em Aquidauana, além da ponte sobre o rio Aquidauana, no distrito de Piraputanga, com extensão de 84 metros, serão feitas outras duas: na MS-228, altura da Vazante do Tarumã, com 108 metros de comprimento, e sobre o Córrego Vermelho, também na MS-450, entre Aquidauana e Dois Irmãos do Buriti.

Asfalto

Felipe Orro já apresentou indicação pedindo ao governador André Puccinelli a pavimentação dos 17 quilômetros restantes da MS-450, desde a BR-262 até a localidade de Camisão (passando por Piraputanga), para completar o novo acesso asfaltado até Aquidauana. São 32 quilômetros, dos quais metade já está asfaltado. “A dificuldade maior era a ponte sobre em Piraputanga. A ponte velha, de madeira, não oferecia segurança para o tráfego de veículos. Mas agora com a ponte de concreto o sonho do novo acesso já é possível.”

A MS-450 atravessa uma região de morraria da Serra da Bodoquena, paisagem que pela beleza é atração turística do Estado. “Vai ser muito bom chegar a Aquidauana fazendo o caminho da Serra”, comentou Felipe Orro.

VEJA MAIS FOTOS DA SOLENIDADE AQUI

Comentários do Facebook