Flávio Arima e mais 16 descendentes japoneses são homenageados pela Assembleia

Publicado em: 22/06/2011 - 10:10

O médico ortopedista Flávio Arima, de Aquidauana, foi agraciado com a Comenda do Mérito Legislativo e o Troféu Sakura em sessão solene que a Assembleia Legislativa realizou na noite desta terça-feira (21). Outros 16 descendentes de japoneses foram condecorados. Com plenário lotado,  o Legislativo rendeu homenagem à vasta colônia japonesa de Mato Grosso do Sul, a terceira maior do País. Corais interpretaram os hinos do Japão e do Brasil, simbolizando a união cultural dos dois povos.

Flávio Arima é neto de japoneses e fundador da Associação Cultural e Desportiva Nipo-Brasileira de Aquidauana. Seu nome foi indicado pelo deputado estadual Felipe Orro (PDT) para receber a homenagem. Seu avô chegou a Campo Grande na década de 20, trabalhou na antiga Noroeste do Brasil. O pai era fotógrafo, mudou-se para Aquidauana no final da década de 40 e montou um estúdio, na rua Marechal Mallet, onde trabalhou a vida toda.

Flávio e a irmã Solange estudaram Medicina na UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul). Depois de formado, em 1976, Flávio fez especialização em Ortopedia e Traumatologia na Uerj (Universidade Estadual do Rio de Janeiro). Dez anos depois, ajudou a fundar a Associação Nipo-Brasileira de Aquidauana e dedica-se a transmitir a cultura de seus ancestrais às novas gerações.

Troféu Sakura

Além da Medalha do Mérito Legislativo, os agraciados receberam o Troféu Sakura, a cerejeira, que floresce no início da Primavera japonesa, e, por isso, simboliza o renascimento. A proponente da sessão, deputada Dione Hashioka, lembra que neste ano, após o Japão ter sido assolado por um violento tsunami que matou milhares de pessoas, a flor de sakura representa a reconstrução do país.

Os demais homenageados na sessão solene desta terça-feira são: Akira Otsubo (homenageado pela deputada Dione Hashioka), Acelino Sinjo Nakasato (homenageado por Márcio Fernandes), Jorge Azato (Professor Rinaldo), Sumihiko Yoshikawa (Laerte Tetila), Renato Katayama (Paulo Corrêa), Masatoshi Azuma (Dione Hashioka), Erci Tibana Sakuma (George Takimoto), Mário Minor Murakami (Diogo Tita), Hudson Shiguer Kinashi (Maurício Picarelli), Katsuaki Yasunaka (Mara Caseiro), Roberto Shinichi Masuko (Marcio Monteiro), Thiê Higuchi Viegas dos Santos (Junior Mochi), Luís Carlos Asato (Lauro Davi), Luiz Akira Yoshio Otsubo (Eduardo Rocha), Flávio Katumi Neshikaawa (Cabo Almi) e Nelson Yutoku Tobaru (Dione Hashioka).

Veja mais fotos da sessão

Comentários do Facebook