Felipe Orro enfatiza democracia interna e garante autonomia ao PDT de Porto Murtinho

Publicado em: 30/09/2011 - 15:15

O diretório municipal do PDT em Porto Murtinho tem autonomia para decidir o rumo que desejar ao partido nas próximas eleições, se prefere lançar candidato próprio a prefeito ou integrar uma coligação indicando o vice. A garantia foi dada pelo deputado estadual Felipe Orro (PDT), durante ato de filiação realizado na noite desta quinta-feira (29), na Câmara Municipal de Porto Murtinho.

“Não vou deixar ninguém, nenhum companheiro ser usado, pisado, ou deixado na chuva. O partido é democrático, é de vocês. O que for do interesse de vocês, esse será o caminho do partido. Aqui, vocês têm toda autonomia para decidir. Claro, respeitando a orientação nacional de buscar alianças sempre com partidos do campo popular, que defendam os interesses da população”, disse o deputado, sendo muito aplaudido pelas dezenas de pessoas que participaram do evento.

O ato foi dirigido pelo presidente da Comissão Provisória Municipal do PDT, Antônio Rosa Cabral, e estavam presentes dirigentes de quase todos os partidos de Porto Murtinho, como o PT, PMDB, PV, PSD, PTdoB. “Isso demonstra a força que tem hoje o PDT em Porto Murtinho. Filiamos muitas lideranças, nomes fortes”, ponderou Cabral. “O PDT tem quadros, hoje, para ocupar qualquer cargo na administração municipal. Qualquer cargo”, reiterou Felipe Orro.

O deputado deixou claro que o lançamento de uma candidatura própria a prefeito de Porto Murtinho só vai depender do diretório municipal. Assim como a decisão de se coligar a outra sigla. “Quero dizer que vou estar aqui, junto, erguendo essa bandeira. Contem comigo, como amigo, como parceiro para ajudar.”

O processo para sucessão municipal já está a todo vapor em Porto Murtinho, cidade pequena distante mais de 400 quilômetros da Capital, plantada nas barrancas do rio Paraguai, mas cuja população sempre demonstrou muita maturidade política. “Talvez pelo isolamento, até pouco tempo não tinha asfalto pra chegar aqui, a cidade é politizada, as pessoas sabem bem o que querem, são extremamente críticas, cobram muito dos governantes”, observou Felipe Orro.
 
Ao discorrer sobre os laços familiares e de amizade que o unem a Porto Murtinho – onde obteve expressiva votação na eleição para deputado – Felipe Orro reiterou que vai acompanhar o processo político dentro do PDT de perto, para garantir que todos os filiados tenham voz e sejam respeitados, e porque tem um carinho especial por Porto Murtinho. “É uma cidade que tem história, merece respeito e vai ter dias melhores”, finalizou.

Fizeram uso da palavra no evento, além de Felipe Orro e de Antônio Cabral, o vereador Adolfo Arguelho, as professoras Sônia Gonzales e Nilda, Sérgio Bacha, Airton Sanches (Coalhada), e a ex-prefeita Miriam Santos. Após o ato, Felipe Orro participou de uma recepção na residência do procurador aposentado Heitor Miranda dos Santos (PT).
Veja fotos do evento AQUI

Comentários do Facebook