Felipe Orro cumprimenta Uems pelo sucesso do Programa Rio de Leite

Publicado em: 13/08/2011 - 14:14

Convênio assinado na manhã deste sábado (13) no tattersal do Parque de Exposições Manoel Antônio Paes de Barros, de Aquidauana, estende o Programa Rio de Leite a mais quatro municípios: Bela Vista, Nioaqui, Sidrolândia e Guia Lopes da Laguna. Com a expansão do programa a estes municípios e também nos dois já atendidos (Anastácio e Aquidauana), agora o Rio de Leite abrange 80 pequenos produtores de leite, uma rede que promete se transformar na nova força da bacia leiteira do Estado graças ao apoio técnico dos professores e acadêmicos dos cursos de Técnico em Agropecuária e de Graduação em Zootecnia e Agronomia da Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul).

Participaram do ato o reitor Gilberto José de Arruda, o deputado estadual Felipe Orro (PDT), prefeitos de quatro municípios (Fauzi Sulleiman, de Aquidauana; Douglas Figueiredo, de Anastácio; Chico Maia, de Bela Vista e Daltro Fiuza, de Sidrolândia) estavam presentes ao ato, além de representantes dos municípios de Guia Lopes da Laguna e Nioaqui, de entidades e órgãos ligados à criação de animais e produção de leite no Estado.

O Projeto Rio de Leite leva assistência técnica e informação, basicamente, às famílias que já têm na produção de leite a principal atividade. Monitorados pelos professores, os acadêmicos da Uems, além de técnicos contratados, orientam os produtores no que for preciso para melhorar o rendimento do rebanho. E a raça mais indicada para atender às necessidades dos pequenos criadores, de produção e rusticidade, é o Girolando, cruzamento do Gir com o Holandês.

O projeto é a vedete da 3ª Expanleite (Exposição Pantaneira de Gado de Leite), evento que acontece inserido na 44ª Expoaqui (Exposição Agropecuária e Industrial de Aquidauana), desde o dia 10 e até o dia 15 de agosto, no Parque de Exposições de Aquidauana). A Expanleite exibe 40 vacas leiteiras Girolando e promove diversas atividades, como o Concurso Toma Leite, o Torneio Leiteiro e o Dia do Leite, que acontece neste sábado (13), com palestras, bingo e almoço. O público convidado são pequenos produtores de leite.
A iniciativa da Uems mereceu elogios por parte do deputado Felipe Orro, que tem pautado sua atuação em defesa do fortalecimento da universidade como ferramenta para promover o desenvolvimento social e econômico do Estado. “A Uems extrapola suas atribuições ao levar o conhecimento até a comunidade. E com isso ajuda o pequeno produtor a incrementar sua renda, para melhorar as condições de vida e até segurar seus filhos no campo. Isso é fundamental, é o que o Estado deve e pode fazer. Por isso defendo uma Uems forte, autônoma, presente em todos os municípios”.

O reitor agradeceu e atestou as palavras de Felipe Orro ao revelar que 85% dos 8 mil alunos da Uems proveem de famílias com renda mensal igual a 5 salários mínimos. “Promovemos a inclusão social”, disse. O reitor pediu a cooperação dos prefeitos que assinaram os convênios, para atender os técnicos no que for preciso a fim de obter êxito no projeto. “Que os senhores abram suas portas para ajudar a Uems, para que a Uems cumpra seu papel e ajude os produtores de leite.”
Serviço: Mais informações sobre o projeto Rio de Leite no site www.riodeleite.com.br. Contatos com o coordenador do projeto, professor André Rozemberg (67) 3245-3319 ou 8122-7579

VEJA FOTOS DO EVENTO AQUI

Comentários do Facebook