Felipe Orro confirma construção de torre para levar sinal de celular a Cipolândia

Publicado em: 18/10/2011 - 12:12

Moradores de uma vasta região entre a Serra de Maracaju e o baixo Pantanal vão sair do isolamento em breve. O deputado estadual Felipe Orro (PDT) confirmou, hoje (18), a construção de uma torre para levar sinal de telefonia móvel celular às localidades de Cipolândia, Taboco, Jacobina (no município de Aquidauana), e partes de Corguinho, Rio Negro e Rochedo.

“É uma luta antiga das milhares de famílias que habitam aquela região, de Cipolândia, do Taboco. Estão isoladas em pleno Século XXI, sem comunicação. O sinal de celular não chega ou é muito fraco. Isso vai acabar em breve”, comemorou o deputado.

Para fazer chegar o sinal do celular àquela região foi preciso a junção de esforços da Companhia de Telefonia Vivo, da Enersul e do governo do Estado. A Vivo se dispôs a construir a torre com potência para emitir o sinal em um raio de 100 quilômetros. O local escolhido foi o pico de uma serra na Fazenda Santa Fé, de propriedade do produtor rural Daniel Ingold. “Todo o material necessário já está no local, esperando para início da obra”, conta.

Mas um entrave ameaçava a obra: a falta de energia elétrica para mover os equipamentos. “Foi então que procuramos o deputado Felipe Orro. Ele imediatamente começou a trabalhar na questão, tivemos uma reunião com o diretor da Enersul Edmir Bosso e em seguida com o secretário de Obras Públicas do Estado, Wilson Cabral”, continua Ingold.

O governo do Estado e a Enersul se comprometeram a instalar a rede para levar a energia até o local da torre, viabilizando o projeto. “O governador André Puccinelli e o secretário Wilson Cabral de pronto entenderam a importância da obra, o alcance social, e trataram de agilizar os trâmites. Hoje fui informado que está tudo certo, vai sair a rede e os moradores de Cipolândia terão telefone. Está de parabéns nosso governador e toda a população daquela região, que por fim foi atendida”, disse Felipe Orro.

A luta para levar telefonia celular a Cipolândia e redondezas é antiga, conta o ex-vereador Moacir Pereira de Melo, natural da localidade. “Eu mesmo encampei essa luta na Câmara, mas sempre emperrava num problema, nunca dava certo.” Agora, a comunidade já vive a expectativa da novidade. “Todo mundo só comenta isso”, afirma.

A previsão é de que até o fim do ano a torre já entre em funcionamento. Só na localidade de Cipolândia vivem cerca de 4 mil pessoas. Em toda a região são ao menos 10 mil famílias que ainda não dispõem do serviço de telefonia.

Comentários do Facebook