BB atende Assembleia e estende ajuda a mais 4 municípios afetados por chuvas

Publicado em: 02/05/2011 - 13:13

A Superintendência de Negócios, Varejo e Governo do Banco do Brasil encaminhou correspondência ao gabinete do deputado estadual Felipe Orro (PDT), comunicando que, atendendo pedido da Assembleia, foram incluídos os municípios de Pedro Gomes, Porto Murtinho, Miranda e Rio Verde no pacote de ajuda financeira oferecida aos produtores rurais que sofreram prejuízos devido às fortes chuvas ocorridas no Estado no mês de março. A correspondência é datada de 29 de abril e está assinada pelo superintendente do banco, Luiz Alves Pordeus Júnior e pelo gerente de Agronegócios, Edson Eugênio Senhorini.

A medida atende a pleito intermediado pelo deputado Felipe Orro, que pediu reunião para tratar deste assunto no dia 19 de abril, na sala da Presidência da Assembleia. Estavam presentes na reunião o presidente da Casa, Jerson Domingos (PMDB), os deputados Zé Teixeira (DEM), Márcio Fernandes (PTdoB), Márcio Monteiro (PSDB), Dione Hashioka (PSDB) e George Takimoto (PSL). A Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de MS) estava representada pelo diretor-secretário Dácio Queiroz, a assessora jurídica Marilda Rodrigues, o presidente da Comissão de Pecuária de Corte José Lemos Monteiro. Participaram ainda o presidente do Sindicato Rural de Corumbá, Raphael Kassar e o representante do Sindicato Rural de Aquidauana, Gastão Lemos Monteiro.

Na ocasião, Felipe Orro, os demais deputados e os representantes das entidades ruralistas traçaram um panorama da situação que enfrentam os produtores rurais, sobretudo os pecuaristas da região do baixo Pantanal, seriamente afetada pela cheia. Pordeus Júnior e Edson Senhorini ouviram com atenção e prometeram medidas urgentes. Além de incluir esses quatro municípios na prorrogação do vencimento das parcelas de financiamentos agrícolas, os deputados pediram uma linha de crédito especial para contemplar os produtores prejudicados.

A prorrogação dos vencimentos é de 180 dias das parcelas vencidas ou a vencer, de todos os financiamentos agrícolas junto ao Banco do Brasil. Agora, são 25 municípios contemplados pela medida. A Embrapa Pantanal estima que as perdas da pecuária no Pantanal giram em torno de R$ 200 milhões. Alguns produtores perderam até metade do rebanho, sobretudo bezerros e vacas prenhas. 

Comentários do Facebook