Aplicativo dará mais agilidade a processos no Imasul, diz Felipe

Publicado em: 05/06/2019 - 16:16

Representando a
Assembleia Legislativa, o deputado estadual Felipe Orro participou no auditório
do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), do ato de
assinatura que lança a plataforma de Licenciamento Florestal Digital
(e-Florestal) nesta quarta-feira (5), data em que se comemora o Dia Mundial do
Meio Ambiente. Vice-presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento
Sustentável da Assembleia, Felipe destaca que a nova plataforma lançada pelo
governador Reinaldo Azambuja, trará celeridade e mais segurança ao
licenciamento ambiental de operações florestais em Mato Grosso do Sul.

“Esta ferramenta traz
mais facilidade para solicitação de licenças ambientais simples, já que todo o
processo poderá ser feito por este aplicativo, do computador ou celular, da
cidade onde está localizada a propriedade”, destaca Felipe.

O e-Florestal é parte
integrante do Siriema (Sistema Imasul de Registros e Informações Estratégicas
de Meio Ambiente) e deve funcionar em 30 dias. Por este
aplicativo poderá ser feito todo procedimento digital de licenciamento
ambiental relativo às operações florestais como por exemplo,  projetos de conversão de
áreas para uso alternativo do solo (supressão vegetal), projetos de queima
controlada ou de carvoejamento, etc.

Em comemoração ao Dia
Mundial do Meio Ambiente, o Imasul lança uma série de ações durante o mês de
junho, com palestras e apresentações de resultados sobre Sala de Situação e
Monitoramento com Telemetria; efeitos da implantação da outorga na melhoria
da eficiência dos recursos hídricos de MS; dados e resultados positivos da
Quarentena do Aquário do Pantanal e CRAS; monitoramento da qualidade das águas
– Aumento da Rede de Qualidade das Águas no MS; Educação Ambiental: Programa
Atuação – Imasul.

Estiveram presentes no
lançamento o governador Reinaldo Azambuja, o secretário de Meio Ambiente, Jaime
Verruck e seu adjunto, Ricardo Senna; o diretor-presidente do Imasul, Ricardo Eboli;
o diretor-presidente da Funtrab (Fundação do Trabalho), Enelvo Felini;
representando a OAB/MS, o advogado Arlindo Muniz; além de representantes da
Polícia Militar e Polícia Militar Ambiental.

Comentários do Facebook