Ação liderada por Felipe Orro e Mandetta arrecada um caminhão de donativos para desabrigados de Aquidauana

Publicado em: 21/03/2011 - 11:11

Em menos de uma semana,
o deputado estadual Felipe Orro (PDT) e o deputado federal Luiz
Henrique Mandetta (DEM) conseguiram arrecadar um caminhão de
donativos para os desabrigados pela enchente do rio Aquidauana. Todas
as doações são de empresários e cidadãos de Campo Grande. A
primeira remessa foi entregue neste sábado (19), em ato público na
sede da Colônia de Pescadores de Aquidauana. A distribuição
acontece nesta terça-feira (22), na Pastoral da Criança da Igreja
Católica de Aquidauana, sob responsabilidade do pároco Reginaldo
Nascimento Padilha.

A ideia de promover a
campanha surgiu no domingo passado (13), durante reunião na casa do
deputado estadual Felipe Orro, em Aquidauana, em que estavam
presentes também o deputado federal Luiz Henrique Mandetta e
lideranças locais. “Diante da morosidade do socorro do poder
público, e vendo a necessidade urgente, decidimos fazer nossa parte
para ajudar essas pessoas”, explica Felipe Orro.

Os dois parlamentares
acionaram os gabinetes para promover a arrecadação de donativos. O
próprio Felipe Orro foi pessoalmente pedir ajuda ao
diretor-presidente da rede Comper, Beto Pereira, que revelou já ter
sofrido na pele o drama da cheia e foi especialmente solidário: doou
uma quantidade considerável de gêneros alimentícios e materiais de
higiene e limpeza. Um ponto de coleta foi montado no cruzamento da
Avenida Afonso Pena com a rua 13 de Maio, no centro de Campo Grande.

Atendendo a pedido de
Felipe Orro e Mandetta, o arcebispo de Campo Grande, Dom Vitório
Pavanello, encaminhou carta a todas as paróquias comunicando da
campanha e fazendo apelo aos fiéis para ajudar os desabrigados de
Aquidauana. Acadêmicos do Centro Universitário Anhanguera também
ajudaram doando 150 cestas básicas.

Em poucos dias as
doações já enchiam um caminhão: aproximadamente 6.000 peças de
roupas, 38 cobertores, 225 pares de calçados, 25 peças de
utensílios de cozinha, três camas completas (com colchões),
armário, mesa, rack, dois jogos de sofás, quatro cadeiras.

Os gêneros
alimentícios e materiais de higiene e limpeza ultrapassam 6
toneladas. Acondicionados, somam 150 cestas básicas, além de 240
garrafas de óleo de soja e 105 produtos de higiene e limpeza
avulsos. Só a rede Comper doou 90 garrafas de água mineral de 1,5
litros, 120 frascos de água sanitária, 60 garrafas de 2 litros de
refrigerante, 400 caixas de sabão em pó; 100 unidades de sabonete,
288 tubos de creme dental, 60 quilos de feijão e 160 pacotes de
papel higiênico.

Cadastramento

Enquanto isso, em
Aquidauana, uma equipe composta pela presidente do Projeto Chegando
Primeiro, Rosa Vasconcelos; pela presidente da Associação de
Moradores do Bairro Cidade Nova, Tereza Vilarva, e pela presidente da
Colônia de Pescadores, Eléia Aparecida Soares Ferreira, percorria
as casas dos ribeirinhos fazendo o cadastramento e verificando in
loco a situação de cada família.

Foram cadastradas 160
famílias para receber os donativos, que serão entregues a partir
desta terça-feira (22). O padre Reginaldo Padilha lembra que as
pessoas cadastradas devem procurar a sede da Pastoral da Criança, ao
lado da Igreja Matriz de Aquidauana, portando documentos, para
retirar os mantimentos. “Essas doações foram feitas com carinho,
precisamos ter profundo respeito com as pessoas que doaram, fazendo
com que os mantimentos cheguem de fato a quem está mais
necessitado.”

E a campanha continua;
no decorrer da semana, mais donativos serão enviados a Aquidauana.
“Muita gente soube agora que a campanha está acontecendo, querem
ajudar. Então vamos continuar recebendo doações durante esta
semana no ponto de coleta da Avenida Afonso Pena”, disse Felipe
Orro. Ele agradeceu “a todos os colaboradores anônimos, aos amigos
que rapidamente se dispuseram a ajudar”, lembrando que muitas
famílias perderam todos os móveis, roupas, outras ficaram até sem
casa, pois a enchente comprometeu a estrutura dos imóveis.

Emoção

A chegada do caminhão
carregado de donativos foi um momento de emoção. Reuniram-se
centenas de moradores, vítimas da enchente, na Colônia de
Pescadores (cuja sede também foi alagada), no bairro Guanandy, em
Aquidauana. A presidente da Associação de Moradores, Teresa
Vilarva, lembrou que o 8 de março foi um dia triste para muitas
mulheres de Aquidauana. Era o auge da cheia do rio Aquidauana,
centenas de famílias estavam em abrigos ou nas casas de parentes.

O presidente da Câmara
Municipal, vereador Clésio Fialho (PSL), disse que vai propor a
isenção do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e do ISS
(Imposto Sobre Serviços) para as residências e casas comerciais
atingidas pela cheia. “Acho justo, é o mínimo que a
municipalidade pode fazer ajudar essas famílias”.

O empresário Odilon
Ribeiro destacou a rapidez com que as doações chegaram, e em
quantidade expressiva. Ele parabenizou o desprendimento dos deputados
Mandetta e Felipe Orro. “Eu sabia que seria isso; Felipe sempre
está aqui, toda semana, vendo de perto, acompanhando e ajudando a
cidade.”

O pastor Gentil Vasconcelos, capelão do Projeto Chegando Primeiro, chamou a atenção para o caráter humanitário do movimento, frisando que o sul-mato-grossense é solidário e está sempre disposto a socorrer. “Este ato está além da política, é humano, de solidariedade”, pontuou o pastor Edson Silva, da Igreja Assembleia de Deus, que fez uma oração pedindo as bênçãos às famílias ali reunidas.

O deputado Felipe Orro
concordou que o ato transcendia os contornos de uma reunião
política. As pessoas ali agregadas foram chamadas pela
solidariedade, pela vontade de ajudar e pelo comprometimento com a
cidade em que vivem. O parlamentar lembrou a representatividade da
campanha, que agregou lideranças de todos os segmentos sociais, das
igrejas católica e evangélicas, clubes de serviços e até
estudantes. “Todos estamos aqui movidos pela solidariedade. Não é
hora para pensar em política, em disputas. É hora de se unir para
ajudar.”

O deputado federal Mandetta tinha compromissos e não pode comparecer ao ato; ele foi representado pelo assessor Rui Spinola.

Comentários do Facebook